quarta-feira, 9 de abril de 2014

Pela Aprovação do PNE da Câmara: é pela vida das mulheres!



Hoje, às 13h, se inicia o processo final de votação de um dos principais projetos de lei do país, a votação do Plano Nacional de Educação – PNE, na Comissão Especial do PNE na Câmara dos Deputados.


Para nós, mulheres estudantes da União Nacional dos Estudantes – UNE, é preciso defendermos vilmente o relatório apresentado pelo Dep. Angelo Vanhoni (PT-PR) no qual há a conquista de podermos transformar a educação brasileira em um modelo não sexista e que reconheça e combata as formas de opressões mais brutais na nossa sociedade, as opressões de gênero, raça e orientação sexual.


Temos que defender no relatório o Artigo 2º e, também, seu parágrafo 3º, garantindo na redação do PNE a flexão de gênero (exemplo: os/as professores) e a descrição das opressões a serem superadas, tendo ênfase na promoção da igualdade de gênero, raça, regional e de orientação sexual, dando visibilidade a esses sujeitos e comprometendo o Estado para superar as desigualdades educacionais do Brasil.


Não podemos ceder aos interesses da banca religiosa e do setor privado de educação, no que se refere à aprovação de um PNE que tenha a centralidade na Educação Pública e num projeto de emancipação social do seu povo, do direito a educação de qualidade em todas as etapas, níveis e modalidades de ensino, e assim é fundamental lutarmos pela educação em que mulheres e homens tenham as mesmas oportunidades, bem como os negros e negras e toda comunidade LGBT.


Convocamos todos e todas a se voltar para o Congresso Nacional nesse dia, acompanhar a votação (TV Câmara) e se posicionarem nas redes sociais a favor de um PNE que vise avançar na real justiça social e na educação laica para todas e todos! 


#EssaLutaNosUNE

#AprovaPNEdaCâmara

#10%DoPIBpraEducaçãoPÚBLICA

#PNEcomFlexãoDeGênero

#PorUmaEducaçãoLaica
#PNEpeloCombateAsOpressõesDeGêneroRaçaEorientaçãoSexual

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Relatório final da CPMI da violência contra as mulheres será votado

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), que investiga a violência contra as mulheres no Brasil, realiza nesta quinta-feira (4/7) reunião para discussão e votação do relatório final dos trabalhos realizados pelo colegiado. A reunião ocorrerá, às 9h, na Sala de Reuniões nº 2, Ala Senador Nilo Coelho, Senado Federal. 
 
O relatório final da CPMI da Violência Contra as Mulheres, de autoria da senadora Ana Rita (PT-ES), foi apresentado no final da semana passada e houve pedido de vista coletivo. A presidência da comissão é da deputada federal Jô Moraes (PCdoB-MG).
 
 “Superar a violência contra as mulheres é um dos maiores desafios impostos ao Estado brasileiro nos dias atuais. O relatório ao mesmo tempo em que aponta as deficiências e a omissão dos poderes públicos no cumprimento da Lei Maria da Penha, também apresenta iniciativas que irão contribuir de maneira efetiva para superação da violência vivenciada por milhares de mulheres brasileiras no seu cotidiano, particularmente para a redução dos altos índices de feminicídio”, explicou a senadora Ana Rita.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Campanha #SomosTodasFEMINISTAS

#somostodasFEMINISTAS

A campanha #somsotodasFEMINISTAS chega a mais uma etapa apresentando ao conjunto da sociedade a opinião da União Nacional das e dos Estudantes no combate ao sexismo e todas as formas de opressão. Chegamos ao 53º Congresso da UNE com muitas vitórias alcançadas e lutas travadas na construção de um mundo onde as mulheres sejam realmente livres. Apresentamos aqui a nossa cartilha que traz textos sobre o feminismo, educação não-sexista, combate ao racismo, legalização do aborto, além de novas propostas de cartazes para as operações lambe-lambe.

Nossas intervenções ganharam as redes e as ruas do Brasil. Além da agitação nas redes sociais com imagens e textos provocativos, ganhamos as cidades desse país realizando diversas ações urbanas com a colagem dos “lambes”, incentivo à criação dos coletivos feministas e intervenção das mulheres nos atos e atividades do movimento estudantil. Cada vez mais a identidade feminista se consolida entre as estudantes e a nossa gloriosa entidade entra nessa disputa por uma mudança radical nos valores da sociedade e fim do sexismo.


A nossa campanha é feita com muitas mãos e a participação de cada uma e essa mobilização impulsiona cada vez mais a auto-organização das Mulheres. Os arquivos estão disponíveis para download e também é possível acrescentar a marca de seu DCE, Centro ou Diretório Acadêmico, Coletivo de Mulheres, etc. Junte-se a nós na construção de um mundo mais justo e na luta por nossos direitos. Mais uma vez afirmamos em alto e bom som que Somos Todas FEMINISTAS e vamos pintar o Brasil com as cores da Igualdade!

Faça o download da Cartilha #somostodasFEMINISTAS aqui!

Quer organizar uma operação Lambe-Lambe? Baixe aqui e aqui os cartazes da campanha!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

5º EME da UNE

Vídeo do 5º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE, realizado em Camaçari entre os dias 29 a 31 de março de 2013. Com a certeza de muita unidade na luta das Mulheres, reafirmamos que #somostodasFEMINISTAS!



segunda-feira, 6 de maio de 2013

Resolução 5º Encontro de Mulheres da UNE


Mulheres na universidade

Reunidas em Camaçari, entre os dias 29 a 31 de Março de 2013, no 5° Encontro de Mulheres da UNE, as mulheres estudantes entendem que mais de 50% do corpo discente das universidades brasileiras são compostas por elas, mas ainda assim continuamos detectando a presença do machismo, que está arraigado no modo de organização da nossa sociedade e, também, do ambiente educacional. Ao entrar na universidade essa realidade já é nítida. Uma parcela significativa das estudantes ainda ingressa majoritariamente em cursos considerados femininos, ligados às ciências humanas ou aos cursos associados ao cuidado.